fbpx

PNL – Pilares da PNL

PNL – Pilares da PNL


PNL – Os Pilares principais

PNL – Os Pilares principais
O termo “pilar” refere-se à construção civil que tem por objetivo sustentar tudo que é construído sobre ele. Assim, na PNL não é diferente. Existem alguns pilares (princípios básicos) que devem estar profundamente incorporados em você para poder ter sucesso nos seus objetivos.
Vários autores e estudiosos da PNL definem princípios específicos como pilares da PNL. Abaixo, apresentamos os principais:
  • Você é a principal pessoa que vai obter os resultados esperados. Você irá aplicar as ferramentas em você mesmo para obter os resultados esperados. Você é o único responsável pelo seu sucesso.
  • As pressuposições são os princípios da PNL, as crenças e as ideias consideradas certas. Se trabalharmos sobre estas pressuposições, acreditando nelas, realizando as ações baseadas nelas, obteremos os resultados de sucesso que os outros obtém acreditando nestas crenças e ideias.
  • Rapport é o relacionamento com harmonia, confiança mútua e sensibilidade com outras pessoas. Tudo o que fazemos ou queremos dependerá como relacionamos ou influenciamos outras pessoas. Logo, deveremos estabelecer rapport conosco e depois com os outros.
  • Meta. é saber o que queremos com precisão. Quanto mais preciso temos conhecimento do que queremos e porquê, mais provável será o sucesso. Foquemos no que desejamos e não no que não queremos. É fundamental que tenhamos referências para sabermos se estamos progredindo nas metas, ou seja, onde estamos no momento, onde desejamos estar em um determinado prazo e qual é o planejamento estratégico para chegar no objetivo no prazo programado.
  • Flexibilidade Comportamental. Tenhamos muitas opções de ação. Quanto mais escolhas tivermos, maiores serão as chances de sucesso. Se fizermos sempre igual, teremos sempre o mesmo resultado. A flexibilidade é a capacidade de ser maleável, de ter novas opções, rotas e caminhos em busca do sucesso.
  • Acuidade Sensorial. Utilizemos os nossos sentidos: olhando, ouvindo e sentindo o que está acontecendo na verdade conosco. Somente estão saberemos se estamos no caminho da nossa meta e poderemos usar este feedback para ajustar o que estamos fazendo se for necessário.